Archive for August, 2015

Novidades Tecnológicas e Consciência do Passar do Tempo

Após certa idade, nós humanos começamos a perceber as alterações relacionadas à idade e à velhice. Uns se incomodam mais, outros menos… Uns percebem mais, e também outros menos…

Definitivamente uma forma de perceber o passar do tempo hoje é meu relacionamento com tecnologias novas.

Digo isso porque, apesar de gostar, conhecer e pesquisar sobre informática (principalmente antes da aquisição de um novo equipamento), dos equipamentos e programas, me surpreendo com algumas novidades, que não considerava importante, e de repente quando tenho contato, é uma surpresa inacreditável.

A primeira foram as telas em Full HD. A resolução da tela de 1920 x 1080, principalmente para TV não imaginei ter importância.

Pensava assim pois como a maior parte do conteúdo de video que assisto (já algum tempo era online), imaginava que alta resolução, por conta do tamanho do arquivo, não era para ser tão importante.

Quando liguei o serviço de tv a cabo em FULL HD em uma tela LCD 42′, tive essa sensação imediatamente. Meu Deus, como estava totalmente errado.

Por isso, agora na iminência do 4K que deverá invadir o mercado (espero) nos próximos 2, 3 anos, não existe ainda alguma transmissão de televisão à cabo nesse formato, apesar de já presente nos smartphones top de linha, nas camera GO-PRO, em alguns poucos modelos de máquina fotográfica como a Panasonic GH4, que já se tornou item indispensável para quem trabalha com produções.

A Apple já lançou o monitor 5K – para faciliar a abertura do video na tela do Desktop do Imac na resolução máxima de 4K e ainda caber espaço para as barras de trabalho dos programas de edição de videos como Adobe Premiere, Sony Vegas e Imovie.

Apesar da disponibilidade de monitores ainda ser pouca, com o surgimento de alguns modelos de 2,5K da LG, que já aumenta a área de trabalho para o usuário de PC Desktop, cabendo mais programas na tela, a filmagem em 4K permite que os “zooms” feitos na edição, “mantenham” a resolução FULL-HD, ou HD na hora do vídeo final.

Porém após o choque, assim que for disponível vou adquirir um monitor 4K, não para ver os vídeos filmados nos Smartphones, mas sim, para aumentar a área de trabalho do meu windows e colocar mais coisas.

Mas recentemente tive outro momento, putz estava (totalmente) errado. E dessa vez os indícios estavam todos GRITANDO e só percebi quando tive acesso…

Bom, tenho tido problemas com o carregar do sistema Windows já a algum tempo. O problema é justamente a demora no sistema ficar pronto. A demora de “Boot”. Depois do boot feito, o sistema funciona bem, mas até lá… As vezes passava 20 minutos.

Isso aconteceu primeiro como Netbook. Demorava horas. Mais update do antivirus, dropbox, etc…

Mas tudo bem, preciso de um computador mais rápido. Um quad-core, oito-core, e claro que esse último tem o boot melhor. Quando uso muito ele e vou para outro computador sinto a diferença.

Porém nesse oito-core, peguei um HD 5900 1 TR e fiz um boot só com os programas que não instalo, porque não vou usar, para não pesar a máquina – só para ver eles.

Enchi de programas. Coloquei de tudo. Porém depois de um certo momento; depois de uma certa quantidade, a demora no ligar o sistema é absurda. A demora para instalar um novo programa é impressionante. Mesmo utilizando otimizadores de registro e fazendo a desfragmentação do disco. E apesar de instalar tudo, tinha utilizado apenas 200, 300 mega da capacidade do HD…

Será que para funcionar bem realmente vou precisar de um Core 7 de R$ 4000,00?

Isso quando vi um video no Youtube fazendo o comparativo de Hard Drives SSD e SSHC.

O SSD eu conhecia, mas o SSHC não…

Após estudo, descobri que o SSHC é um Hard Drive Híbrido. Ele tem uma parte que é uma memóra RAM que armazena os arquivos mais usados do sistema, e outra parte é o hard drive em si, para armazenamento do sistema.

Após o sistema, pude perceber que a única vantagem é preço. Pois ele é pouco mais caro que o drive normal e realmente mais rápido – apesar do SSD ainda se monstrar muito mais rápido.

O SSD é um hard drive feito de memória (igual pen drive). Logo é mais de 10x mais rápido que o HD normal.

Existem HDs normais de velocidade 5900 rpm e 7200 rpm. Obviamente que o segundo é muito mais caro, não compensando o uso doméstico. O SSD tem velocidade equivalente à 72.000 rpm.

Nossa, meus sistemas estão super rápidos agora. Abrem em 2 minutos, apesar de encher de programas (até mesmo para testar se há realmente mudança no desempenho).

Mesmo utilizando um table e smartphone diariamente, não percebi que o segredo do seu desempenho era justamente a velocidade de acesso ao sistema operacional.

Agora toda experiência informática está afetada. Simplesmente não dá mais para utilizar o PC com o sistema operacional lido a partir de um HD SSD.

Eu via as propagandas do Ultrabook, diziam que eram rápidos, mas nunca me convenceu. O que imaginava que fosse é que achava que os Ultrabooks tinham um recurso que o meu notebook tem. Um Faststart. Ao fechar a tampa da tela, o notebook não fica em mode de espera (piscando). Ele desliga, apesar de ficar em stand by.

Mas não. O ultrabook é rápido pelo SSD que transforma o uso do PC Desktop.

Primeiro com meu netbook Asus.

Advertisements

Leave a comment

Literatura Marxista

Blog informativo de lançamentos de livros da tradição marxista no Brasil e no mundo

techyredes

¡Para transformar la defensa de causas ciudadanas en la actividad de mayor participación en Internet!

§ Jurisprudência em Revista

Revista especializada em Direito e Gestão Pública. Desde 2007 publicamos diariamente novos artigos. Periódico registrado no IBICT sob o nº ISSN 1983-1145

Jornais Velhos

Just another WordPress.com site

cora rónai | internETC.

uma espécie de diário

Jornalista Multimídia, Produtora de Conteúdo, Apresentadora de Televisão, Rádio e Internet

Jornalista Multimídia, Produtora de Conteúdo, Apresentadora de Televisão, Rádio e Internet